3
 

O que é?

Numa definição mais técnica, poluição é a introdução de qualquer matéria que altere as propriedades químicas, físicas ou biológicas de determinado meio, podendo causar alteração nas espécies animais ou vegetais ou modificações físico-químicas em minerais. São diversas as fontes que podem causar poluição. Ouvimos falar mais sobre aquelas que são de responsabilidade do homem – queima de combustíveis fósseis, despejo de esgoto ou efluentes sobre o solo ou na água… Mas também são considerados fontes de poluição alguns fatores naturais, como as emissões de vulcões, altamente tóxicas e compostas principalmente por enxofre, ou como a dispersão de grãos de pólen por um determinado ambiente. Já imaginou?

Resumidamente, quase tudo, dependendo do contexto em que se encontra, pode ser considerado poluição se ultrapassar alguns limites determinados em lei ou socialmente considerados aceitáveis. Além da poluição do ar, da água e do solo, temos também a poluição visual e a sonora, não menos graves que as demais.

Hoje sabemos que é fundamental adequar as ações humanas para diminuir as diversas formas de poluição. Os impactos socioambientais tornam o cotidiano sacrificante, trazendo transtornos físicos e emocionais às populações, especialmente dos grandes centros urbanos. A poluição do ar, por exemplo, causa doenças respiratórias, mas também deixa o horizonte cinza. Quem não prefere sair de casa e ver o céu azul, reluzente?

A poluição visual causa angústia e estresse. Um grande volume de informações visuais, como um emaranhado de cartazes, placas e pichações espalhadas ao longo de uma via pública, pode causar acidentes de trânsito, por exemplo. A dispersão de informações sem nenhum controle gera um caos visual, que confunde a nossa visão e camufla as informações mais importantes, como o nome de uma rua ou uma sinalização de trânsito.

As praças são um ótimo local de diversão e socialização, mas será que continuam sendo tão agradáveis se as esculturas e muros estão pichados e há lixo depositado em lugares inadequados?

O que você pode fazer?

Considerando que a ação humana pode gerar poluição, todos os nossos atos devem ser repensados.

Como vimos nas seções de resíduos, transporte e saneamento, as pequenas ações do dia a dia contribuem para que vivamos em ambientes mais agradáveis e saudáveis. Se estivermos realmente comprometidos com o correto descarte do resíduo sólido e com a qualidade das águas, já estamos ajudando a evitar a poluição. Opte por uma forma de transporte que gere menos emissões. Não permita que vizinhos e conhecidos queimem o lixo. Deposite sacolas de lixo na rua nos dias e horários certos da coleta pública. Reflita sobre outras ações importantes e transmita-as às pessoas mais próximas de você.

Por que gostamos de passear? Com toda a certeza, porque vemos coisas diferentes daquelas a que estamos habituados. Muitas vezes visitamos uma praia, uma praça, um parque, porque ele é bonito, tem árvores, mar, areia branca…

Todas essas imagens são agradáveis aos nossos olhos e à nossa mente. Imagine então se pudermos criar ambientes como esses na porta de nossas casas? Não é impossível. Cada um de nós é peça fundamental para melhorar nossa própria qualidade de vida e garantir nosso bem-estar.

Pesquisas em destaque

Conteúdo relacionado